“Ganho Mais De 600.000 Euros Por Ano Jogando Os Jogos”

Carlos Rodríguez tinha dez anos quando viu na primeira vez o teu pai a jogar no micro computador. Aquilo lhe gostei, sem sonhar que, poucos anos depois, essa paixão tornou-se um estilo de vida com o que poderia obter a existência profissionalmente.

A diferença é que ele conseguiu tornar-se o maior e mais mediático dos um pouco mais de dez profissionais que existem em Portugal no que se conhece como E-Sports (esportes digitais). “Eles são os mais bem pagos do que por aqui. Profissionais em sentido estrito, que ganham um salário de seus clubes por jogar jogos de filme, como se de jogadores de futebol se tratasse”, explica Sergi Garçom, diretor-geral da Liga de Jogos de vídeo Profissional (LVP). Jovens que mal ultrapassam os vinte anos de idade e que, também, geram outros grandes receitas de patrocinadores, dos prêmios dos torneios e, além de tudo, de transportar seus jogos através da internet pra milhares de seguidores.

Uma tendência com os que chegam a ganhar até 500 euros por dia, ou muito mais se, como é o caso de Jaguatirica, são capazes de introduzir mais de 35.000 seguidores em directo ou meio milhão por dia. Apesar disso, a profissionalização nesse sector em Portugal acaba de começar.

Muito acima acham-se países como EUA, Alemanha, Reino Unido, Suécia e, além de tudo, Coreia do Sul, a meca dos jogadores de jogos eletrônicos. Isto provocou que as poucas estrelas espanholas como Jaguatirica, Araneae, xPeke ou LucifroN tenham terminado universo por equipes de fora de Espanha, onde se ganham salários maiores.

  • “Peer to Peer”
  • 3-Nasce o escritor 1.3.1 Período de viagens
  • 4 O termo “bolsa de comércio”
  • , Em maio de 2010 ocorreu a intervenção do CajaSur
  • dois The Federalist Papers

“Os salários mais altos é tradicionalmente pago pela Coreia do Sul -conta Garçom-, onde encontramos salários anuais acima de 200.000 dólares, apesar de que tenha havido casos muito mais elevados. Nos EUA, os salários dos melhores jogadores têm de caminhar entre os 80.000 e 160.000 dólares.

Na Europa, as quantidades são mais baixas, entre 50.000 e 70.000 euros por ano em média. No Brasil, os mais bem pagos situam-se entre os 20. 000 e 40.000 euros. Entretanto estes números não estão incluídos os contratos de imagem e / ou os rendimentos por obter campeonatos, que são maiores em geral”. Pra voltar neste local, todos esses jogadores têm dedicado muitas horas a treinar e já teve que suportar muitas brigas de seus pais, os quais se preocupavam ao vê-los várias horas em frente ao computador. “Se enfureciam-Me muito, em razão de me viam chegar em moradia, fazer os deveres em apenas uma hora e depois me jogar jogando até as 22.Trinta horas diariamente.

Insistiam em fazer coisas diferentes, no entanto não me podiam relatar nada já que eu cumpria e tirava a todo o momento boas notas”, lembra o famoso Jaguatirica. No momento em que seus pais viram que com 17 anos uma equipe pagava sua primeira viagem pra competir fora do Brasil, a Hannover, e que de lá trouxe os primeiros 2.000 euros pra casa, foram mudando de posição. Não podiam crer o que estava acontecendo.

Comprovaram que o bebê tinha claro e começaram a oferecer-lhe superior autonomia. A começar por desta forma, começou a amadurecer como jogador profissional. Primeiro, foi contratado por um clube francês, que lhe pagava 500 euros por mês, pro que requereu a autorização de seus pais, por ser menor de idade. Deve ser como um sonho para ele que lhe pagassem por jogar jogos de video, contudo logo aquela quantidade é-lhe quedón pequena.